Notícias

Programa BRDE Labs seleciona 12 startups para aceleração no Rio Grande do Sul

Programa BRDE Labs seleciona 12 startups para aceleração no Rio Grande do Sul 27 JULHO

Lançado pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE com o objetivo de criar soluções inovadoras para a retomada da economia gaúcha após a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Programa BRDE Labs acaba de concluir a etapa de pré-aceleração (Warm Up). Coordenado pela aceleradora VENTIUR, o processo de aceleração tem o apoio dos parques tecnológicos das três universidades que integram a Aliança para Inovação – UFRGS, PUC e Unisinos. Das 188 startups inscritas, 30 participaram da pré-aceleração e, dessas, 12 foram escolhidas para a etapa seguinte de aceleração: 2Metric, Agência Besouro, BioIn, DigiFarmz, Elysios, Essent Agro, Faba, Insumo Fácil, Palma Sistemas, Polvo Spot, Prosumir e Optim.

“Foi uma escolha difícil e um termômetro da alta qualidade dos concorrentes”, observou o superintendente do BRDE no Rio Grande do Sul, Mauricio Mocelin. “O modelo de integração entre agentes que promovem o apoio ao ecossistema de inovação no Estado está sendo bem operacionalizado pela VENTIUR, a área técnica do BRDE e as equipes dos três parques tecnológicos, e contempla setores estratégicos para a retomada que buscamos”.

O fundador e diretor executivo da VENTIUR, Sandro Cortezia, destaca o amadurecimento do ecossistema de empreendedorismo inovador do Estado, que impacta na qualidade e diversidade das startups selecionadas: 75% das startups selecionadas já passaram por programas de incubação ou aceleração e 90% delas já tiveram algum investimento inicial (de aceleradora ou investidor-anjo). Ainda, três das startups selecionadas são lideradas por empreendedoras mulheres e quatro das startups são do interior do Estado.

Para a diretora do Tecnosinos, Susana Kakuta, a frase ‘nada será como antes’ é absolutamente uma verdade no pós-pandemia. “E, para fazer diferente, é preciso inovar, ser e fazer diferente. As startups selecionadas expressam este potencial de construir um novo Brasil, baseado na economia do conhecimento”.

O diretor do Tecnopuc, Rafael Prikladnicki, aponta o alto nível das startups que participaram da seleção e consequentemente das selecionadas. “Tivemos um processo extremamente competitivo, com projetos em áreas estratégicas para a sociedade. Esse resultado até aqui reflete a qualidade do arranjo formado entre o BRDE, Ventiur e Aliança”.

Segundo o diretor do Parque Zenit da UFRGS, Marcelo Lubaszewski, os principais ingredientes reunidos nas startups atraídas pelo programa BRDE Labs são conhecimento e tecnologia em seus produtos e serviços, e inovação em negócios em segmentos de mercado caros à economia gaúcha. “Essas startups, reunidas, criam um caldeirão de experiências, talentos e competências com potencial de sucesso, e as selecionadas, junto ao BRDE, potencializam negócios para impactar a economia do Estado no pós-pandemia”.

SOBRE A ETAPA DE ACELERAÇÃO

O processo de aceleração, conduzido pela Ventiur, terá duração de quatro meses (agosto a novembro). Parte da premissa de que os empreendedores são os principais protagonistas e responsáveis pelo sucesso de seus negócios. Desta forma, o Programa BRDE Labs prioriza atividades de capacitação e mentorias, além de conexões para a geração de negócios. A programação prevê uma série de bootcamps, reuniões de acompanhamento e eventos de capacitação com foco no desenvolvimento dos empreendedores.

As atividades envolvem palestras para transmissão de conhecimento e workshops com exercícios “hands on” para os empreendedores elaborarem seus processos conforme sua realidade. Principais temas: liderança, OKRs, aspectos jurídicos, contabilidade, vendas, marketing, gestão, finanças, RH, pricing, desenvolvimento de produto e captação de recursos.

Durante o processo de aceleração, as startups serão acompanhadas pela aceleradora e mentores indicados pelo BRDE Labs, Ventiur e Aliança para Inovação. Essa rede de mentores agregará conhecimento, experiência de mercado e, dentro do possível, abrirá portas para as startups através de suas conexões. Também serão conduzidas atividades específicas para apoiar as startups no alinhamento de suas soluções às necessidades do mercado para o pós-crise.

STARTUPS APROVADAS NO PROGRAMA BRDE LABS

 

STARTUP SETOR CIDADE
2Metric IoT & Meio Ambiente Porto Alegre (RS)
Agência Besouro Impacto Social Porto Alegre (RS)
BioIn Agronegócio Porto Alegre (RS)
DigiFarmz Agronegócio Porto Alegre (RS)
Elysios Agronegócio Porto Alegre (RS)
Essent Agro Agronegócio Tucunduva (RS)
Faba Alimentação São Leopoldo (RS)
Insumo Fácil Agronegócio Porto Alegre (RS)
Palma Sistemas Saúde Porto Alegre (RS)
Polvo Spot Marketing & Varejo Santa Maria (RS)
PROSUMIR Energia Cachoeirinha (RS)
OPTIM IoT & Meio Ambiente Passo Fundo (RS)
     
LISTA DE SUPLENTES    
Talos Lawtech & Fintech Porto Alegre (RS)
Mobart Economia Criativa Santa Maria (RS)
Edsun Energia & Fintech Porto Alegre (RS)

Fonte: Tecnosinos