Notícias

Estudante da Liberato recebe primeira premiação do Programa IBTeC+

Estudante da Liberato recebe primeira premiação do Programa IBTeC+ 18 FEVEREIRO

Aluno de Eletrotécnica propõe Calçado Adaptado para Deficientes Visuais -  CADEV

O Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos - IBTeC - lançou em agosto de 2019 o Programa IBTeC+, de incentivo à inovação para o setor calçadista. Criado especificamente para os estudantes da Fundação Liberato Salzano Vieira da Cunha, tem como primeiro premiado o estudante do terceiro ano do curso de Eletrotécnica, Nícolas Borges Morgenstern. Ele está propondo a criação do Calçado Adaptado para Deficientes Visuais - CADEV, um calçado que seria dotado de um dispositivo eletrônico que se comunicaria com o usuário através de um fone de ouvido, informando do trajeto que ele quer fazer. Um chip que funciona por radiofrequência calcula a distância que precisa ser percorrida e orienta toda a rota.

O objetivo do projeto, segundo Nícolas, “é contribuir para a autonomia de deficientes visuais, que poderão se locomover sem a necessidade de um acompanhante”. O estudante pesquisou o assunto e verificou que há apenas um fabricante no mundo que oferece sapatos com tecnologia embarcada para apoiar os cegos.

Nícolas venceu a primeira edição do Programa IBTeC+ que será reeditado em 2020, com o objetivo de incentivar os estudantes para que apresentem ideias que contribuam para a inovação no setor calçadista, tanto em processos quanto para produtos.

O aluno recebeu como prêmio por sua solução, o valor de R$ 1.000,00 (hum mil reais), e a garantia de monitoria da equipe técnica do Instituto para o desenvolvimento da ideia e possível transformação em produto. Além disso, o IBTeC ainda compromete-se a ajudar o estudante a buscar parcerias para transformar sua ideia em realidade.