Notícias

Edição presencial do Sicc está adiada para 2022

Edição presencial do Sicc está adiada para 2022 14 ABRIL

Devido a situação sanitária do País, com o aumento de novos casos de infecção por Coronavírus nos últimos meses, a Merkator Feiras e Eventos, sindicatos parceiros, lideranças representando os polos calçadistas brasileiros e executivos empresariais decidem transferir a realização da próxima edição do Salão Internacional do Couro e do Calçado (Sicc) marcada para os dias 24, 25 e 26 de maio deste ano. A decisão foi tomada pelo setor reconhecer seu papel social e ter como principal finalidade a contenção da transmissão comunitária da Covid-19. “Em consenso com as lideranças do setor de calçados decidimos transferir a feira para o próximo ano por dois motivos: primeiro a fim de tentar conter qualquer impacto negativo que um evento presencial possa causar nos diversos segmentos de uma cadeia industrial neste momento e, depois, pela atual situação econômica que ainda está travada em nosso segmento”, diz Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feiras e Eventos, realizadora da feira. Ele assegura, no entanto, que a promotora fará a mais significativa feira presencial de calçados deste ano, de 16 a 18 de novembro com a edição da Feira de Calçados e Acessórios (Zero Grau), em Gramado/RS. “Este agora é o nosso grande foco”, sublinha.

Com esta medida, o próximo Sicc vai ocorrer de 23, 24 e 25 de maio de 2022, no Centro de Eventos do Serra Park, em Gramado/RS. Assim, os lançamentos das coleções primavera/verão de 2022 e 2023 retornam em um novo cenário, em novo ambiente econômico para brilhar e assegurar o abastecimento do varejo nacional e de toda a América Latina. “Nós somos uma promotora que tem o propósito de gerar negócios e tentar entregar resultados positivos para os nossos públicos. Sempre nos empenhamos para oferecer o melhor, montar um palco profissional, confortável e aconchegante, a fim de possibilitar a integração das pessoas que estão dentro das nossas feiras, onde possam realizar negócios e, consequentemente, movimentar economicamente suas empresas. Esta é a nossa missão e lutamos para alcançar isto. Por isto, entendemos que a edição deste ano tinha que ser transferida, pois, nesta hora, temos que ser empáticos, parceiros e estar ao lado do setor, ouvindo suas dores e atendendo suas necessidades”, finaliza o diretor da Merkator.

 

Fonte: Merkator

Crédito da foto: Luís Vieira/Revista Tecnicouro